Páginas

12 de outubro de 2015

Talvez um dia se chegue lá. 
Naquele outro lado

                                                         ... sem solidão. 


Recordar es soñar
Era uma vez uma menina,
que tinha todas as respostas do mundo. 

Daí então ela cresceu.